O tráfico, o Renan e a noite na chácara mal assombrada – Parte 3 – Final

E aí galera sem cultura alguma… A história já acabou. Sinceramente, eu achei que já tinha acabado. Até ligar para Cello e convida-lo para sair ele ainda está mal por causa da maldita groselha e daquele jantar  e ele me contar uma ocorrência em seu fatídico dia. Mas para entender 100% essa história, temos que voltar naquela noite e contar alguns dos detalhes que omiti para que a história não ficasse muito grande.

Meu carro de passeio temporal... Bora dar um rolê

Quando estavamos jogando bola, like a boss, e ficamos um pouco assustados com aquela atmosfera pesada e sombria, Cello nos contou que um de seus vizinhos é traficante. Contou-nos sobre os tiroteios, sobre a polícia e o perigo que era ser vizinho de um ser desse calibre. Nós, sensatos que somos, quando avistamos o portão aberto, calmamente entramos em pânico e corremos como meninas de 12 anos atrás do Restart para dentro da casa.

Bom. Quando ligo para Cello, ele me conta que estava pimposo e serelepe passeando pela Lagoa quando encontra o traficante e ele o chama para conversar.

Ei, negrinho! Chega mais!

Fala ae, mano!

Papo vai,  papo vem, ele diz para Cello

Então... Você joga bola mal, heim!

Peraí, você nunca me viu jogando bola... Como pode saber?

Naquela noite de sábado, eu ouvi barulhos e subi o morro para ver o que era. Fiquei observando vocês jogar... O Magrelo... O Fortinho... O Bonitão que parece o Brad Pitt... e Você!

Ele sempre esteve lá... Watching us!

Então, após o Cello me contar tal fato, comecei a perceber…

Enquanto jogavamos bola... Aqueles olhos que nos transparece e observa nossa alma em busca de alguma fraqueza...

Aquele vulto na floresta que não nos deixava buscar a bola em paz...

Até mesmo naquele racha...

 Ele estava nos observando… Ele sabe quem somos… Não há para onde correr… Não há onde se esconder…

Garotas, me liguem…

Ah… Pediram pra eu postar uma foto minha de óculos, então aqui vai

Minha lente é transitions!

Até, desculturados… Ou não…

Anúncios

3 Respostas to “O tráfico, o Renan e a noite na chácara mal assombrada – Parte 3 – Final”

  1. UMA VÍTIMA Says:

    VERSÃO IMPARCIAL DOS FATOS
    IMPRENSA FASCISTA

  2. TRUFA MALUCA Says:

    VESHE
    Nunca mais vou na casa do Marcelo HASUASDI

  3. Hahahaha, o bonitão que parece o Brad Pitt, rachei…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: