Arquivo para djokovic

10-0

Posted in Segunda-Feira with tags , , , , on 16 de setembro de 2013 by Haruiti -_-

Desculturados mal queridos. Ontem, domingo, tive meu décimo jogo pelo ranking de tênis. O duelo foi para disputar a posição 47, eu era o 48. Estava meio preocupado,  pois meus três últimos jogos foram w.o, quase derrota e w.o. Logo, não sabia se estava preparado para os jogos. Levei minha própria torcida organizada.

Osmir (Tipo isso, mas cabelo moreno)

Osmir (Tipo isso, mas cabelo moreno)

"Heim?" (Meu pai durante a partida toda)

“Heim?” (Meu pai durante a partida toda)

Faltavam 5 minutos para vencer por w.o. Já estava frustrado! Queria jogar! Mas enfim, chega meu adversário.

"Foi mal, cara! Tava vindo de a pé porque carro é muito lento"

“Foi mal, cara! Tava vindo de a pé porque carro é muito lento”

Um exemplo de preparo físico. Não me intimidei. Fizemos o aquecimento e começamos a partida. Lá estava eu, preparado para uma troca de bolas fulminante, com velocidade média de 156 km/h, quando vejo que a bola do meu adversário é lenta. A batida é consistente mas não tem potência. Pensei “Assim o jogo será fácil”… 5-1 para ele.
O espertinho era um jogador de contra-ataque. Ficava lá no fundo da quadra, devolvia todas as bolas de maneira irritante, ou subindo acima do ombro onde a batida é mais difícil de se colocar spin ou pingando bem aos pés.
Pensativo de como estava decepcionando minha torcida organizada, olho para o banco e só vejo Osmir. Onde estará meu pai?

Osmir "Seu pai foi ao banheiro... Há meia hora atrás"

Osmir “Seu pai foi ao banheiro… Há meia hora atrás”

Já pensando que ia ter que procurar meu pai logo após a partida, Osmir demonstra preocupação e eu o acalmo “Relaxa, cara… Já sei o que tá rolando!”

O que deveria ser um jogo rápido para meu adversário, tornou-se uma batalha de resistência. Comecei a ter mais paciência, obrigando-o a se locomover mais antes de tentar pontuar.

5-2

5-2

5-3

5-3

Na disputa pelo nono game, o placar estava 30-30 quando uma bolinha profunda de meu adv vai para fora. Eu rebati a bola para rede e levantei pro alto o dedim (votipegapramim). Saco o próximo ponto e fecho o game.

5-4

5-4

Vou mudar o lado e o adv me fala “Ué, não tá 40-40?”. Percebendo o que houve, eu falo “Não, aquela penúltima bola foi fora”. Meu adv, nervoso…

"Po, cara! Tem que falar, mano! Você não falou nada"

“Po, cara! Tem que falar, mano! Você não falou nada”

Para não causar intriga, perguntei se ele queria voltar para aquele ponto. Ele recusou. Na troca de lados, pedi desculpas “Perdão não ter gritado, é que eu achei que você tinha visto a mão” e ele retruca “Não, pq se vc não fala, eu jogo o ponto diferente e blablabla”. Só disse que a partir daquele momento eu iria gritar todos os Outs.

Virando o lado, preparo para sacar no meu adversário nervosinho e…

Com uma precisão incrível. Atinjo o inatingível. As bolinhas de meu adversário.

Com uma precisão incrível. Atinjo o inatingível. As bolinhas de meu adversário.

Peço novamente desculpas, ele nem um pouco nervoso limpa o omelete da quadra e nos preparamos para o jogo.

5-5

5-5

Meu adversário, superpaciente pela bolada nas gônadas e “pela falta” de meu grito, estava sendo pressionado pela minha torcida organizada. A cada ponto que eu fazia, seja por mérito meu ou demérito dele, ele era obrigado a ouvir aplausos e gritos

"BOAA! ÓTIMA JOGADA! IIIIIHAAAA"

“BOAA! ÓTIMA JOGADA! IIIIIHAAAA” – Meu pai já estava de volta mas não sabia o que estava acontecendo.

No fim, 7-5 o primeiro set para meu adversário. Começa o segundo set, já jogavamos há, pelo menos, uma hora e pouco. Calor de 30ºC. Começo bem a partida e tomo a dianteira com uma quebra. Logo, sou quebrado de novo e empatamos no 4-4.

Porém, quebro o serviço dele novamente e estou sacando para o set. Nesse set, fiz meu adversário correr para todos os lados, percebendo que seu estamina estava diminuindo. No 30-0 para mim, fiz o ponto para 40-0 o fazendo correr para a esquerda no fundo e depois abrindo o ângulo para a direita. Ele já não tentava mais alcançar a bola nesses pontos. Preparado para fechar o set, ele olha pra mim…

"Véi, dá mais não..."

“Véi, dá mais não…”

E assim, ele dizendo que não aguentava mais jogar, estava exausto, retira-se da partida.

Vitória por desistência. Minha perseverança e força de vontade fizeram meu adversário de quatro pulmões ficar sem fôlego

Vitória por desistência. Minha perseverança e força de vontade fizeram meu adversário de quatro pulmões ficar sem fôlego

E assim, venci minha décima partida seguida, com meu cartel de 10-0. Já estou ficando falado, dois velhos jogadores perguntaram a minha torcida “Esse é o Igor? O de 10 vitórias seguidas?”. Osmir, super bem informado disse

"Né, não, champz! Esse é o que já perdeu umas aí, só vence de w.o"

“Né, não, champz! Esse é o que já perdeu umas aí, só vence de w.o”

E assim, termina minha história. Garotas, preciso de massagem, me liguem.

Ah! Há quem diga que meu adversário parece o cara da foto acima. Mas cada um, cada um…

Anúncios

Uma perda…

Posted in Segunda-Feira with tags , , , , , , , , , , , , on 14 de maio de 2012 by Haruiti -_-

Bom… primeiramente queria desejar um feliz dia das mães. Dei de presente pra minha o meu presente de grego que ganhei no natal, o que me foi útil pois não precisei sair de casa para comprar nada para minha mamãe querida. Mas o post de hoje é em homenagem a Amarilda. Após três anos juntos, na alegria e na tristeza, superando muitos obstáculos juntos… as vezes que tudo parecia estar perdido, mas com o apoio dela, acabávamos nos levantando e mudando tudo. Eramos gloriosos, estilosos, elegantes quando unidos. Mas tudo o que é bom, acaba… Amarilda… Espero que, onde quer que você esteja, esteja feliz e olhando por mim.

“Quando eu fiquei sabendo que a Amarilda se foi, fiquei abismado! Não podia acreditar! Foram tantas partidas que perdi contra China em resultados humilhantes e ele sempre esteve com ela durante elas. Não sei o que dizer”

“Sabe, eu vivia falando para ele tentar entrar pro mundo profissional. Dizia que ele ia se dar muito bem, já que nunca consegui derrota-lo em nenhum tipo de quadra, principalmente saibro. Agora, com essa perda, acho que ele realmente nunca irá tentar o profissional”

“É realmente inacreditável o que aconteceu, acho que ninguém esperaria essa perda repentina. Talvez, sem a Amarilda, eu seja capaz de derrota-lo, mas isso não me deixa nada feliz em saber que somente com uma desvantagem eu possa mudar esse cartel de 0-20 a favor dele. Espero que ele consiga superar essa e seguir em frente com muita garra e habilidade que vem demonstrando no mundo do tênis quando joga contra mim”

“Bom, eu não entendo muito de tênis, mas sinto que deveria mostrar minhas condolências para China. Ele é realmente muito parecido comigo, então é como se fosse eu na situação dele. Espero que ele melhore logo e encontre outra parceira que o complete.”

Bom, amidos… minha raquete quebrou. Não sei como, não tenho pistas, apenas suposições… Pode ter sido meu saque:

Kamehame…

HA!

Pode ter sido meu Smash:

GENKI…

Dama!

Pode ter sido até meu drop shot:

Batatinha quando nasce…

DEVORA TODA SUA FAMÍLIA E DESTRÓI TODOS OS SEUS SONHOS E ILUSÕES!

Bom… nunca saberemos! Para aqueles que nunca quebraram uma raquete, um vídeo bem didático para isso…

Tá em inglês, se você não entende, morre!

Garotas… me liguem, estou tristonho! Feliz dia das mamis! E preparem-se para a substituta da Amarilda… A Udinéia!

De Segunda à Domingo extremamente recomenda não tentar retornar nenhum dos golpes de China.

Isso foi o que sobrou de um tênista que tentou pegar a bolinha um milisegundo antes dela parar de se mover